Inquérito

Concordas com uma quota ADM adicional para os conjuges dos militares?
 
Concordas com a aplicação da esperança média de vida para o calculo da pensão dos militares?
 

Visitas desde 18DEZ2008


Website Translate

EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish
COMUNICADO CONJUNTO DAS APM

ALTERAÇÕES AO SISTEMA DE REFORMAS

UMA OPÇÃO POLÍTICA SEMPRE NO SENTIDO DAS PENSÕES DE MISÉRIA

Após uma lenta preparação da opinião pública, com propostas e documentos de trabalho surgidos não se sabe de onde, logo seguidos de desmentidos solenes, tudo acompanhado por uma campanha pública de desinformação e de ataque, mais uma vez pretendendo colocar militares contra polícias, militares contra guardas prisionais, funcionários civis contra militares e agentes das forças e serviços de segurança e, em última instância, de colocar portugueses contra portugueses, a presidência do Conselho de Ministros aprovou um projeto de decreto-lei que, substituindo-se ao EMFAR, pretende alterar o regime de aposentação dos Militares, da GNR, e do pessoal militarizado.

O projeto – reforça-se: depois de aprovado em Conselho de Ministros! - chegou na forma de documento oficial enviado pelo gabinete do MDN para que as APM, ao abrigo do mitigado direito de audição, se pronunciem até 26 de Setembro, com manifesto, ilegal e pouco democrático respeito pelos outros direitos que a Lei Orgânica nº 3/2001, de 29 de Agosto, impõe, ou seja, integrar as APM nos grupos de trabalho e comissões de estudo, que deram origem a este documento, assinale-se que em continuidade com as práticas do ministro e governo anterior (ou a equipa que apoia o atual não fosse a mesma do que o antecedeu!). 

 

 

Podes ler na íntegra e imprimir o Comunicado Conjunto aqui.

Actualizado em ( 20-Set-2016 )
 
REUNIÕES DE SARGENTOS
Neste quadro de mudanças, só um caminho de mudança participada, ética e justa nos pode levar a alguma parte e esse caminho é o da luta contínua e continuada. A lamúria, o comodismo e a demissão não são o caminho! O caminho é a luta para podermos continuar a dizer com propriedade «Que nunca por vencidos se conheçam!»

O que temos para resolver não é do A ou do B é de todos e é por todos e com todos que temos que procurar a solução para o resolver. Vamos então juntar foças e vontades para dar a volta ao assunto.

Não te esqueças que no próximo dia 27 de Setembro, pelas 18h30, na Delegação nº1 do CSA, no Feijó, e no próximo dia 28 de Setembro, pelas 18H30, na Casa do Alentejo, em Lisboa, vamos promover reuniões/debate. Comparece e mobiliza outros camaradas.
SARGENTOS
Actualizado em ( 16-Set-2016 )
 
Comunicado Nacional nº10/2016

Por entre o fumo dos sazonais incêndios e das discussões acessórias que dividem opiniões, por entre o aparecimento de notícias confusas (exactamente para confundir e dividir) acerca do sistema de reforma de militares e elementos de forças e serviços de segurança, por entre o drama da morte de militares em formação para o cumprimento da missão – a cujas famílias, amigos e camaradas reiteramos as condolências e a incondicional solidariedade da ANS e dos Sargentos de Portugal – surgiram e surgem na comunicação social notícias sobre a promoção de mais de cinco mil militares. Estas notícias carecem de esclarecimento para que, perante as dificuldades que foram no passado recente impostas aos portugueses, e cujas consequências tardam em desaparecer, não se utilizem os militares como "saco de pancada", na estafada prática de colocar portugueses contra portugueses!

 

Podes ler na íntegra e imprimir o Comunicado nº 10/2016 aqui.

Actualizado em ( 16-Set-2016 )
 
Comunicado Nacional nº9/2016

COMUNICADO NACIONAL Nº9/2016

NÃO QUERÍAMOS ACREDITAR, MAS OS RUMORES ADENSAM-SE.....

O caminho que tem vindo a ser prosseguido é o da funcionalização dos militares. Se assim é, então outros aspectos em matéria de direitos, horários, etc, terão de ser colocados em cima da mesa. Se o princípio de que não se pode tratar de forma igual aquilo que é diferente só serve para justificar a limitação de direitos, então teremos de trilhar um outro caminho. Com a mesma coragem, espírito de sacrifício e clareza com que trilhámos no passado o caminho que conduziu à consagração do associativismo socioprofissional.

Nesse sentido, com a responsabilidade própria de quem dirige os destinos de uma associação representativa de classe, com o objectivo de promover a discussão e análise do que é conhecido, relativamente à problemática das reformas e outras preocupações que estão na ordem do dia, a Direcção da ANS entendeu convocar desde já as seguintes reuniões, tendo a perspectiva de que outras se realizarão:

- 27SET2016, Delegação nº1 do Clube do Sargento da Armada – Feijó, 18H30;

- 28SET2016, Casa do Alentejo – Lisboa, 18H30.

Camaradas, muitos dos ataques que nos têm sido feitos só têm sido travados ou minimizados quando os enfrentamos, lutando com as armas e os meios constitucionalmente ao nosso alcance!

Temos que ser nós a assumir a defesa dos nossos direitos, a impor o respeito pelo que nos é devido e exigir o cumprimento da lei.

Como sempre o temos feito em circunstâncias adversas, na defesa da Condição Militar e do respeito devido a quem, tendo um compromisso desigual com o País, esperamos dos que detêm responsabilidades governativas, o respeito e o reconhecimento por essa mesma condição que determina o compromisso desigual.

Estamos certos de que os Sargentos de Portugal saberão, com o empenho e determinação que lhes é própria, responder «Presente!».

 

Podes ler na íntegra e imprimir o Comunicado 9/16 aqui .

 

Actualizado em ( 09-Set-2016 )
 
Comunicado Nacional nº8/2016

PROMOÇÕES EXIGEM-SE!

 

O mês de Agosto está no fim!
Está a terminar aquele que é por excelência o tempo de descanso, de merecidas e retemperadoras férias para a vasta maioria dos portugueses (residentes no país ou fora dele).
Está a chegar ao seu termo o período estival em que, como tem sido perceptível ao longo de vários anos, sucessivos governos produzem muita da legislação profundamente lesiva dos direitos dos cidadãos. Junho, Julho e Agosto deste ano foram pródigos no aparecimento de “projectos de diplomas” enviados à ANS e às outras APM para o mitigado direito de audição.
Inicia-se então o mês de Setembro e com ele o retomar da consciência que é necessário dar corpo aos trabalhos no sentido da necessária organização para reforçar os mecanismos das lutas e combates que forçosamente teremos de tomar em mãos:

 

Podes ler na íntegra e imprimir o Comunicado nº8/2016 aqui.

Actualizado em ( 01-Set-2016 )
 
DIA NACIONAL DA PRAÇA
pracas1936
Actualizado em ( 01-Set-2016 )
 
Comunicado Nacional nº7/2016

COMUNICADO NACIONAL Nº7/2016

POPULISMOS.... SAZONAIS OU CRÓNICOS...

 

Desde o início do que se convencionou chamar “época de incêndios” (como se estes não possam eclodir em qualquer época) temos sido diariamente confrontados com a sazonal e anual discussão acerca da participação dos militares no combate a este flagelo nacional. Não vamos aqui entrar em considerandos de suposta análise político-partidária ou de âmbito comercial sobre as conveniências ou inconveniências de se ter retirado da missão dos militares também este combate! Sobre essa matéria já há muito quem discorra, nem sempre com a isenção e objectividade desejáveis e necessárias. Úteis! 

 

Podes ler e imprimir na íntegra o Comunicado 7/2016 aqui

Actualizado em ( 26-Ago-2016 )
 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Seguinte > Final >>

Resultados 1 - 8 de 453
© 2016 ANS - Associação Nacional de Sargentos27-Set-2016